Como escolher a tinta certa para cada superfície?

Avalie este item
(0 votos)
Está com dúvidas sobre como escolher a tinta certa para cada superfície? Então, leia este artigo até o final.
 
Ao fazer mudanças no visual da sua casa, provavelmente o acabamento é um dos momentos mais aguardados. A simples troca de cores nas paredes dá uma nova energia a cada espaço.
 
No entanto, é nesse momento que surgem as dúvidas. Além da variedade de cores, há ainda muitos tipos de tinta. Você sabe qual o certo para cada superfície? Escolher errado pode comprometer não apenas o bom acabamento, como também a durabilidade da cor e dificultar o uso de uma nova mão de tinta por cima.
 
Quer saber como não estragar a parede da sua casa? Então, confira os tipos de tintas para cada superfície.
 

Tipos de tintas

 
O mercado oferece diferentes tipos de tintas, com os mais variados recursos: com cheiro, sem cheiro, antimofo, antibactericida, e muito mais. Em uma rápida pesquisa, você vai descobrir que existem ainda tintas para cada ambiente, tais como as especiais para banheiros ou cozinhas.
 
Também é importante saber se você deseja trocar a cor de uma área interna ou externa. Enquanto muitas tintas para fora de casa funcionam bem dentro, o contrário nem sempre acontece. Conheça os tipos de tintas e seus acabamentos.
 

Tinta acrílica

 
À base de água, a tinta acrílica pode ter o acabamento dos tipos: fosco, semibrilho e acetinada. Pode ser utilizada em superfícies diversas, tanto nas áreas internas como externas. Gesso, tijolo, concreto, reboco com cal, cerâmica porosa e cimentados são algumas superfícies que aceitam a tinta acrílica bem.
 

Tinta látex ou PVA

 
Mais uma opção à base de água. Pode ser usada em alvenaria, gesso ou madeira, preferencialmente em áreas internas e tetos onde não tenha muita umidade.
 
Isso porque oferece pouca resistência ao sol e não é lavável. Porém, é a opção mais barata.
 

Tinta óleo

 
Impermeável, é o tipo mais usado em áreas onde um acabamento especial é bem-vindo, como portas e janelas. É chamada assim devido ao seu composto de ligamento do tipo oleoso. O acabamento pode ser do tipo fosco ou do tipo brilhante.
 

Tinta esmalte

 
Se você vai escolher esse tipo de tinta, fique atento, pois conta com duas variações. A tinta à base de solvente conta com cheiro mais forte e costuma demorar mais para secar, enquanto a versão à base de água seca rápido e não tem cheiro.
 
As duas versões são resistentes às ações da chuva e do sol, configurando como alternativas excelentes para áreas externas, em superfícies de madeira ou metal.
 

Verniz

 
Outro tipo que pode ser à base de verniz ou água, transparentes ou com a cor da madeira que é a superfície ideal para o seu uso. Além do acabamento diferenciado, o verniz é responsável por formar uma película protetora da madeira.
 
Os tipos comuns são indicados para áreas internas. Se você for envernizar um espaço externo, dê preferência ao tipo stain, que exige menos manutenção por formar uma camada hidro-repelente na madeira.
 
Tome cuidado apenas para não aplicar o stain incolor nas áreas da madeira que receberão umidade e incidência solar diretas, pois a durabilidade será menor. Em madeiras resinosas, a deterioração da superfície também pode ser acelerada.
 

Tinta epóxi

 
Ideal para superfícies como fibra de vidro, azulejo e piso. À base de solvente ou de água, exige um profissional com as técnicas corretas para a aplicação. Caso contrário, o acabamento pode ficar comprometido.
 

Tipos de acabamento

 
Além de escolher a cor, você provavelmente vai optar por um acabamento que vai fazer a diferença no seu ambiente. Se você ainda não sabe como escolher, vamos dar algumas dicas:
 
  • Quanto mais brilho, mais evidentes ficam as imperfeições da parede. Se a sua superfície não está lisinha o suficiente, prefira um acabamento fosco;
  • Quanto menos brilho, mais a iluminação é difundida num ambiente;
  • Quanto mais brilhante, mais fácil de limpar;
  • Quanto mais brilhante, menor o desgaste da pintura.
 
Para você entender melhor, vamos nos aprofundar nos tipos de acabamentos.
 

Fosco

 
Indicado para tetos e paredes, pode ser encontrado em tintas como látex e acrílica. Se a superfície não está bem-acabada, este é o acabamento ideal para esconder imperfeições e ondulações. Confere um toque aveludado a paredes escuras.
 

Acetinado

 
Ideal para portas, rodapés e paredes, esse tipo de acabamento deixa um leve brilho e combina com superfícies claras. A limpeza é simples e pede apenas um pano úmido. Por isso, é ideal para ambientes mais movimentados, tais como quartos e corredores.
 

Semibrilho

 
O acabamento fica com um efeito entre o acetinado e o brilhante. É muito bom para ambientes onde a umidade está presente, como cozinhas e lavanderias.
 

Brilhante

 
Por acentuar as imperfeições, não é muito recomendado para paredes e tetos. Geralmente, é o acabamento escolhido para janelas e portas. A pintura é resistente e a limpeza simples, exigindo apenas água e detergente neutro.
 

Soluções para madeira

 
Agora que você já conhece os tipos de tintas para cada superfície, que tal fazer uma visita à Madeireira São José? Contamos com extenso portfólio de madeiras de reflorestamento para diversos usos.
 
Oferecemos soluções em madeiras para construção civil há 28 anos no Ceará. Atendemos atacado, varejo, madeireiras, arquitetos e outros profissionais do ramo de construção, sempre com os melhores preços e produtos do mercado.
Para sua comodidade, atendemos também via whatsapp: (85) 98736-4368, (85) 98902-2126. Outros números para contatos: (85) 3294-3536 - Conjunto Ceará, (85) 3471-2739 Araturi, (85) 98865-5840 Araturi.
Esperamos que o artigo tenha solucionado suas dúvidas sobre os tipos de tintas para cada superfície. Não esqueça de deixar seu comentário.
Até a próxima!